Ficha Técnica Contatos
 

Apresentação

A língua espelha as mudanças da sociedade a que serve e, em tempos de grande mudança, a Palimpsesto traz sua 25ª edição com o Dossiê “Linguagens em tempos de crise: mídia, ensino e a formação crítica”. Reflexões mais do que oportunas, já que a própria Palimpsesto, revista produzida por estudantes do Programa de Pós-Graduação em Letras da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, há dezesseis anos, é, neste momento, mais do que uma publicação: trata-se de uma prova de que a UERJ vive, pensa e contribui para a pesquisa acadêmica nacional.

Os artigos que compõem o Dossiê abordam, desde a ressignificação do processo de enunciação para a esfera escolar (ENEM), passando por questões sobre o letramento crítico e o livro didático e a crise política de 2016 a partir da questão do jogo político dos sentidos nas ocupações estudantis, além de uma análise do discurso nas crônicas de Carlos Heitor Cony daquele mesmo ano. A tecnologia e as mudanças que provoca são assunto de trabalhos sobre a popularização da ciência a partir de um site de sociolinguística e a formação de leitores em tempos de informática.

A multiplicidade de assuntos da seção Estudos se manifesta em pesquisas sobre estilística, semântica, léxico, gramática e formação de professores. Enquanto em Resenhas apresenta-se a análise de obra que questiona a posição do professor de português: guardião da língua ou formador de leitores críticos? Essa seção traz também a apresentação de um estudo acerca do levantamento de expressões idiomáticas na cidade de Porto Velho (RO). Por fim, em Resumos, são sintetizados resultados de dissertações de mestrado que tratam do papel da linguagem em três universos distintos: livros didáticos de língua italiana, as páginas da revista Cosmopolitan e o sistema socioeducativo em Rondonópolis, Mato Grosso.

A entrevista desta edição é com o Professor Doutor Joaquim Dolz, pesquisador da Universidade de Genebra. Especialista em Didática do Francês e conhecido por seus trabalhos ligados ao ensino a partir de gêneros textuais, o professor fala dos desafios que a contemporaneidade tem apresentado aos professores. O pesquisador também discute outros assuntos relativos à sua experiência como docente e pesquisador.
Desejamos uma leitura agradável e que os trabalhos aqui publicados possam levá-los a produtivas reflexões.

Os editores

 

Apresentação em PDF

topo


 

Ano 16 | Número 25 | 2017

» Dossiê - “Linguagens em tempos de crise: mídia, ensino e a formação crítica”

» Entrevista

» Estudos

» Resenhas

» Resumo de Dissertação

» Normas para Publicação

» Publication Norms

» Chamada para Publicação

» Submission of papers

 

 
Palimpsesto 10

ISSN 1809-3507

 

Indexado em:

 
 
Universidade do Estado do Rio de Janeiro Instituto de Letras